Júlio Pedrosa debate pós-pandemia em webinário da FNE
Webinários

Júlio Pedrosa debate pós-pandemia em webinário da FNE

O Professor Júlio Pedrosa, Presidente do Conselho Geral do ISCTE e ex-Ministro da Educação entre 2001 e 2002, é o segundo convidado do ciclo de Webinários "Que caminhos para a escola na pós-pandemia", organizado pela Federação Nacional da Educação (FNE) e pelo Canal4 da AFIET (Associação para a Formação e Investigação em Educação e Trabalho), que vai decorrer no próximo dia 11 de fevereiro, pelas 17h00m, com moderação de João Dias da Silva (Secretário-Geral da FNE e Presidente da Direção da AFIET) e Josefa Lopes (Presidente do SDPSUL e membro do Secretariado Nacional da UGT, pela FNE).

Vivemos dias em que a educação está mais que nunca no centro das decisões políticas e sociais. A pandemia de Covid-19 trouxe muitos desafios para a Escola atual e fez perceber a necessidade e urgência de criação de novos caminhos. Desde março de 2020 que têm sido muitas as dificuldades que professores, alunos, trabalhadores não docentes e pais têm enfrentado em todo o mundo, recorrendo muitas vezes a soluções tecnológicas de um modo disruptivo, que terão de ser trabalhadas de um modo mais consciente e mais elaborado de futuro.

Como podem as escolas promover o ensino a distância perante a diversidade de contextos socioeconómicos da população e da dificuldade de acesso de muitas famílias a recursos digitais para a educação a distância? Serão os desafios impostos pela pandemia de COVID-19 a oportunidade de criar as bases para a escola do futuro? Como gerir a possibilidade de introduzir os meios tecnológicos no ensino, mantendo a formação social e presença física do aluno como elemento primordial no ensino? Que mudanças devem ser implementadas na formação de professores? Como adaptar a escola do futuro aos recursos humanos e infraestruturas? Como incentivar a inovação no sistema educativo?

Num tempo de incertezas e onde se pede a colocação dos trabalhadores da educação na prioridade da vacinação, este pode ser o momento simbólico onde as respostas a estas e muitas outras questões permitem lançar os alicerces para uma escola mais inclusiva, mais sustentável, e mais preparada para as transições digital e verde, onde o aluno possa vir a responder melhor às necessidades e desafios do mundo atual e do porvir.

Estas e muitas outras questões vão estar a debate no próximo dia 11 de fevereiro, às 17h00m.

Inscreva-se gratuitamente em:

https://us02web.zoom.us/webinar/register/WN_A5DLnxKwS6yrhXAqEzCO_Q



Orador:
Júlio Pedrosa
Licenciado em Química em 1973, na Universidade de Coimbra, foi estudante de doutoramento no University College Cardiff, tendo exercido funções de assistente, professor auxiliar e catedrático na Universidade de Aveiro (UA). Foi Vice-Reitor e Reitor desta universidade e Presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP), entre 1998 e 2001.
Ministro da Educação de 3 de julho de 2001 a 5 de abril de 2002, presidiu ao Conselho Nacional de Educação e esteve envolvido na avaliação da Agência Nacional de Avaliação, ANECA, em Madrid. Aposentado desde 2009, é membro do Conselho de Curadores da Fundação UA, desde 2018, e desenvolve na Fundação Calouste Gulbenkian um Estudo sobre Avaliação de Aprendizagens de crianças dos três aos 18 anos. Nos seus 25 anos de investigação produziu uma centena de publicações sobre Química Bioinorgânica e de Materiais. Os seus interesses atuais centram-se sobre Políticas e Governança da Educação.

Moderadores:
João Dias da Silva
(Secretário-Geral da FNE e Presidente da Direção da AFIET)
Josefa Lopes (Presidente do SDPSUL e membro do Secretariado Nacional da UGT, pela FNE)

Voltar ao topo