Sindicatos de professores querem conhecer propostas do governo para próxima reunião
Atualidade

Sindicatos de professores querem conhecer propostas do governo para próxima reunião

As organizações sindicais de professores solicitaram hoje ao Ministério da Educação a agenda negocial para a reunião marcada para a próxima semana e criticaram a ausência de informação por parte da tutela ao convocar o encontro.

Os 10 sindicatos que têm exigido negociações sobre o tempo de carreira dos professores congelado pelas medidas de austeridade, querem saber em concreto quais são as novas propostas que o ministério tem para colocar em cima da mesa negocial, na segunda-feira.

“Para aquela reunião, contudo, não foi indicada qualquer agenda concreta, limitando-se o Ministério da Educação a referir, no assunto do e-mail enviado às organizações, ́Agendamento de reunião de negociação sindical - Artigo 17.º da Lei n.º 71/2018, de 31 de dezembro ́", afirmaram as organizações sindicais num comunicado conjunto.

Na sequência da convocatória que receberam ao final da tarde de terça-feira, os sindicatos solicitaram hoje de manhã ao ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, informação sobre a disponibilidade dos representantes do governo para “pela primeira vez”, aceitarem negociar o prazo e o modo de recuperar o tempo de serviço cumprido pelos docentes nos períodos em que as carreiras estiveram congeladas, “tendo em consideração, como ponto de partida, a proposta apresentada pelas organizações sindicais”.

A proposta sindical passa pela recuperação integral do tempo de serviço, de forma gradual, à semelhança da solução encontrada para a Madeira.

O primeiro-ministro, António Costa, antecipou na terça-feira que o Governo voltará a aprovar o decreto que recupera dois anos, nove meses e 18 dias do tempo de serviço congelado aos professores, se falharem as negociações com os sindicatos, que exigem a reposição de nove anos, quatro meses e dois dias.

Na opinião do primeiro-ministro, "urge aprovar" o decreto, pois caso isso já tivesse acontecido, estaria a "permitir maiores progressões na carreira" aos professores.

Os sindicatos de professores já anunciaram a realização de uma manifestação nacional a 23 de março, em Lisboa, no âmbito da luta pela recuperação integral do tempo de serviço congelado.

 

Lisboa, 27 fev (Lusa)

Calendário Escolar 2018/2019

Calendário Escolar 2018/2019

O calendário de atividades educativas e escolares constitui um elemento indispensável à organização e planificação do ano escolar por cada unidade orgânica que integra o sistema educativo.

Ler Mais

AS MAis Lidas

Atualidade 2019-03-20 às
Ação sindical (+) 2019-01-04 às
Voltar ao topo