Dia Nacional do Trabalhador Não Docente com webinar sobre Escola de Qualidade
Não docentes

Dia Nacional do Trabalhador Não Docente com webinar sobre Escola de Qualidade

Os três Sindicatos de não docentes da FNE (STAAE Zona Norte, STAAE Zona Centro e STAAE Sul e Regiões Autónomas), seus dirigentes e associados, comemoram na próxima 3ª feira, 24 de novembro, o Dia Nacional do Trabalhador Não Docente, com um webinar alusivo ao tema "Os Trabalhadores Não Docentes na promoção de uma escola de qualidade".

O webinar está marcado para as 15h00 e vai ter como oradores convidados o Presidente da Câmara Municipal da Guarda, Dr. Carlos Chaves Monteiro e o Dr. Nuno Filipe Lopes da Silva, antigo Presidente da Federação Nacional de Associações de Estudantes de Ensino Superior Politécnico - FNAESP e atual empresário no ramo da Formação Profissional.

Estes são tempos de novos desafios que têm posto à prova os mais de 80 mil trabalhadores que existem no setor público, privado dependente do Estado e privado independente, e que têm mostrado a sua importância desde a primeira hora em que foram colocados na primeira linha de resposta às exigências que, repentinamente, se colocaram à Educação e à sociedade.

Foram os trabalhadores não docentes que constituíram um suporte para os filhos dos inúmeros profissionais que, nos mais variados setores de atividade, não podiam ficar confinados e tinham de continuar a desenvolver a sua atividade laboral. E essa ação foi desenvolvida rigorosamente fora dos holofotes, iniciada timidamente e depois crescendo para números muito elevados.

E foram também os Trabalhadores Não Docentes quem, a partir de setembro, nunca se escusando às tarefas que tinham de desenvolver, mas conscientes das contradições das normas e dos procedimentos que eram adotados, da insuficiência de meios e recursos que eram aplicados, teve uma enorme contribuição para a preparação e desenvolvimento do novo ano letivo.

Por tudo isto e muito mais celebra-se este Dia Nacional do Trabalhador Não Docente, na perspetiva de deixar ainda o alerta para a necessidade de haver clareza e coerência na definição das medidas de promoção da saúde pública; para a total ausência das respostas que eram fundamentais obter nestes tempos, desde o enquadramento e proteção das pessoas que pertencem a grupos de risco, à definição de orientações claras para o recurso e regulamentação do teletrabalho, além do reforço dos técnicos superiores, assistentes técnicos e assistentes operacionais absolutamente imprescindíveis nesta ocasião.

Acrescente-se ainda o facto de não ter sido garantida a contratação de Trabalhadores Não Docentes que se adivinhava que seriam essenciais, de forma a contribuir para a melhoria das condições de segurança e de proteção da saúde das escolas, e também porque se antevia que muitos profissionais não poderiam regressar ao seu local de trabalho devido à sua condição física mais vulnerável por integrarem grupos de risco.

A FNE não desiste de trabalhar por políticas de valorização de todos os Trabalhadores Não Docentes. E o dia vinte e quatro de novembro é uma oportunidade de afirmação para o sucesso e unidade construída em torno dos três sindicatos STAAE’s e dos valores em que apostamos na nossa ação sindical.

Participe gratuitamente no Webinar "Os trabalhadores não docentes na promoção de uma escola de qualidade"

https://us02web.zoom.us/j/88421778048?pwd=Qzc1K2RnaHRZZ2U4RG5PTmdaZ1BnQT09


Oradores:
Carlos Chaves Monteiro nasceu na cidade da Guarda a 24 de novembro de 1968. Frequentou a Escola Secundária da Sé e a Escola Secundária Afonso de Albuquerque, na Guarda. Licenciou-se em Direito pela  Universidade Lusíada de Lisboa, tendo exercido advocacia na cidade da Guarda durante os anos de 1995 a 2013. Foi formador, durante os anos de 1999 a 2010, em Direito de Trabalho, Cidadania, Direitos, Liberdades e Garantias; Higiene e Segurança no Trabalho; Empreendedorismo, Aspetos Legais de Acesso à Atividade Económica; Procedimento Administrativo; Sistema de Avaliação de Desempenho na Administração Pública; A  Empresa Verde e a Eco Empresa; Problemática para a Igualdade; O Cidadão e Lei; Lei das Faltas, Férias e Licenças; Contrato de Trabalho na Administração Pública; Regime Jurídico da Edificação e Urbanismo; Relações Interpessoais e Direitos e Deveres do Cidadão; Direito Civil; Direito Comunitário, entre outros.Exerceu cargo de Presidenteda Direção da Associação Desportiva Futebol Clube, entre os anos de 2007 a 2013.Desde o ano de 2011 até ao ano 2013, foi Vice-Presidente da Direção Guarda Unida Desportiva. Integra aDireção da Liga dos Amigos do Hospital Sousa Martins desde 2011.Desde 2003 até ao ano 2007, foi assessor jurídico da Delegação da Guarda do Instituto da Juventude, no âmbito de um protocolo estabelecido  entre  aquela  Instituição e a Associação Nacional dos Jovens Advogados. Sócio fundador de uma sociedade de prestação de serviços em 1999. A 29 de setembro de 2013 foi eleito Vice-Presidente da Câmara Municipal da Guarda, tendo  tomado posse a 19 de outubro de 2013. É presidente da Câmara da Guarda desde 11 de abril de 2019.

Nuno Filipe Lopes da Silva, 40 anos, casado, natural de Vilar Formoso: Empresário, Licenciado em Gestão, Pós-Graduado em Gestão e Direção de Segurança e MBA em Gestão de PMES. Profissionalmente foi Diretor Geral de uma Escola. Atualmente exerce funções de Empresário com várias empresas ligadas ao ramo da Formação, Consultoria e Novas Tecnologias. Politicamente foi Presidente da Federação Distrital da Juventude Socialista, Deputado na Assembleia Municipal de Almeida, militante do Partido Socialista, e foi também Presidente da Assembleia de Freguesia de Vale da Mula cargo que graciosamente exerceu. Desde sempre ligado ao Associativismo, foi Presidente da FNAESP (Federação Nacional de Associações de Estudantes de Ensino Superior Politécnico), Presidente da Associação Académica da Guarda, Vice-Presidente da Associação de Comércio e Serviços do Distrito da Guarda e Vice-Presidente do Centro Cultural da Guarda, Fundador Da ANJE (Associação Nacional de Jovens Empresários – GUARDA, Ideias. Guarda entre outras funções ligado a várias coletividades. É interessado pela causa pública, persistente, empenhado, dinâmico, inquieto, enérgico, proactivo e que considera que na vida não há impossíveis.Tem na família o seu vetor de maior sucesso, Pai do SUPER (JB), felizmente casado com uma minhota que foi a única namorada que teve na vida, o Irmão André seu melhor amigo, sem esquecer as suas tias do Vasco Santana, a Guida e o Chico, os seus Pais e agradece todos os sacrifícios que fizeram por ele. Tem por lema: “O Sonho comanda a vida, mas é a audácia que os concretiza “



Voltar ao topo