FNE desconvoca Greves de 5 e 12 de novembro
Comunicados

FNE desconvoca Greves de 5 e 12 de novembro

A Federação Nacional da Educação (FNE) decidiu avançar com a desconvocação das Greves que tinha marcadas para os dias 5 e 12 de novembro de 2021.

O chumbo do Orçamento de Estado na generalidade pelo Parlamento no passado dia 27 de Outubro e a possibilidade de dissolução da Assembleia da República pelo Presidente da República, fazem cair as possibilidades negociais e de diálogo social com o Governo e por isso a FNE desmarca a greve nacional de Docentes em funções públicas, representados pelos seus sindicatos, prevista para o dia 5 de novembro de 2021, assim como a Greve de 12 de novembro, marcada em articulação com a Federação de Sindicatos da Administração Pública e de Entidades com Fins Públicos (FESAP).

A alteração do quadro político levou a esta decisão, mas os problemas mantêm-se e o compromisso da FNE com a luta por medidas urgentes que tornem a carreira atrativa e valorizada, pelo combate ao envelhecimento e promoção do rejuvenescimento de educadores e professores, tal como o desafio da plena dotação das escolas com funcionários Não Docentes, dos diplomas de concursos, do crescimento do investimento em Educação, assim como pela recuperação do tempo de serviço dos docentes, não vai parar. Estes são fatores que reforçam a falta de atratividade do setor e são barreiras contínuas a uma Educação de Qualidade e Inclusiva, que garanta, efetivamente, oportunidades de sucesso para todos.

A FNE aguarda então que se crie uma melhor oportunidade política para que se retome a disponibilidade do Governo para o diálogo e para uma verdadeira negociação com a FNE sobre todos estes graves problemas dos trabalhadores da Educação portugueses.

A seu tempo a FNE anunciará um conjunto de iniciativas de protesto e luta no sentido do reconhecimento dos profissionais da Educação e da determinação de condições que promovam a qualidade das ofertas educativas.


Porto, 2 de novembro de 2021

A Comissão Executiva da FNE

Voltar ao topo