Concurso “Era uma vez…o 1º de Maio” regressa à FNE
Comunicados

Concurso “Era uma vez…o 1º de Maio” regressa à FNE

Após dois anos de interrupção, devido aos constrangimentos provocados pela pandemia de COVID-19, a Federação Nacional da Educação (FNE) e os seus Sindicatos voltam ao terreno para promover a edição de 2022 do Concurso "Era Uma Vez… o 1º de Maio", desafiando alunos, educadores e professores de todo o país a apresentar trabalhos alusivos ao Dia do Trabalhador.

A iniciativa, que registou ao longo das suas sucessivas edições a participação de milhares de trabalhos, visa compreender e explorar, de modo criativo e artístico, o significado do 1º de Maio, reconhecer a solidariedade como valor fundamental e contribuir para o desenvolvimento do trabalho de grupo.

O regulamento do concurso pode ser consultado na página oficial e nas redes sociais da FNE e dos seus Sindicatos membros e destina-se a crianças e jovens do Ensino Pré-Escolar até ao Ensino Secundário nas modalidades de Pintura e Colagem.

O prazo de entrega dos trabalhos termina no dia 8 de abril de 2022.

A divulgação dos resultados ocorrerá a 22 de abril deste ano na página oficial e nas redes sociais da FNE.

Os trabalhos vencedores serão expostos no próximo dia 1 de maio de 2022, no local em que a UGT - União Geral de Trabalhadores e a FNE realizarem as comemorações do Dia do Trabalhador, de cujo programa constará a respetiva entrega de prémios e certificados de participação.

O Concurso 1º de Maio é um grande contributo educativo da FNE para o tratamento, nas escolas, do tema do Mundo do Trabalho, que é um dos cinco domínios da Educação para a Cidadania, com aplicação opcional em qualquer ano de escolaridade, contribuindo para as áreas de competências definidas no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória.

A primeira edição do Concurso “Era uma vez… o 1º de Maio” da FNE ocorreu em maio de 2003.

Saiba mais em: https://fne.pt/pt/noticias/go/acontece-concurso-nacional-2022---era-uma-vez-o-1--de-maio

 

 

Porto, 14 de janeiro de 2022

A Comissão Executiva da FNE

Voltar ao topo