Bandeira
Ação sindical

Bandeira "Melhorar a Educação? Tratem bem os que cá estão!" acompanhou dia de greve a norte

Perante a decisão do colégio arbitral de decretar “serviços mínimos” para as Greves marcadas para os dias 2 e 3 de março, na zona Norte e zona Sul respetivamente, as organizações sindicais optaram por reagendar duas grandes Manifestações para o dia 4 de março, uma no Porto e outra em Lisboa.

Contudo, tal não impediu uma massiva adesão aos protestos que decorreram hoje, 2 de março, data em que foi decretada Greve dos Professores na zona norte, com incidência nos distritos de Aveiro, Braga, Bragança, Coimbra, Guarda, Porto, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.

De facto, foram muitos os professores e educadores que, mesmo em cumprimento dos “serviços mínimos”, aderiram aos protestos, comparecendo nas concentrações que tomaram lugar em frente aos estabelecimentos escolares, ao longo do dia e em determinados períodos (início dos períodos letivos e intervalos), contando ainda com a passagem da bandeira "Melhorar a Educação? Tratem bem os que cá estão!" que circulou por escolas de Braga e Guimarães, mas que passará ainda por muitas mais escolas do país para receber assinaturas de profissionais da educação.

Limitando-se ao estrito cumprimento dos serviços para que foram convocados, estes professores manifestaram a sua vontade de adesão à greve usando um autocolante que os identificava como estando nessa situação.  

Amanhã, 3 de março, será a vez da Greve se realizar a Sul. Posteriormente, dia 4 de março (sábado) a classe docente vai novamente procurar fazer-se ouvir, através das Manifestações que vão decorrer em Lisboa e no Porto, ambas às 15:30 horas.
Voltar ao topo